Julho 7, 2020

5 métricas para medir o desempenho no Google Ads

A importância de medir o desempenho no Google Ads

Nos dias que correm mais e mais empresas surgem diariamente, e as dificuldades para se destacarem são cada vez maiores. “63% das empresas consideram que o seu maior desafio é gerar tráfego e leads” (hubspot.com). E, claro, o marketing digital, e mais especificamente, as campanhas de publicidade paga no Google, podem ajudar-nos neste processo. Contudo, sem a utilização de softwares de medição, de pouco serve.

Um dos pontos mais importantes do Marketing é saber analisar e medir, para prever padrões no futuro. Ajustar se necessário e rever… e otimizar a performance continuamente!

Como tal, neste artigo vamos analisar algumas das métricas mais eficazes de medir os resultados das suas campanhas de marketing digital, focando na plataforma Google Ads, para que possa escalar os seus resultados.

“Para otimizar verdadeiramente uma campanha de PPC, nunca existe apenas uma métrica” (Search Engine Journal)

De forma alguma este post será o modelo a seguir com as únicas métricas possíveis, contudo será um bom passo inicial.

medir-o-desempenho-no-google-ads

Porquê utilizar o Google Ads?

Vamos então constatar o óbvio: O Google é o motor de busca mais utilizado, obtendo mais de 100 biliões de pesquisas por mês, o que no total representa 63% de todas as pesquisas efetuadas (Inteligência Corporativa).

Consequentemente, este dado isolado já faz qualquer empresa querer fazer uma boa utilização da plataforma enquanto anunciante.

Mais ainda, o Google Ads permite segmentar os anúncios, controlar os gastos, e fazer constantes avaliação dos resultados.

Vamos então perceber quais são as métricas que lhe darão a melhor ideia de como as suas campanhas estão a correr, e que melhorias deverão ser feitas:

  • Impressões
  • Taxa de Cliques (CTR)
  • Taxa de conversão
  • Custo por Conversão
  • Impressões da Rede de Pesquisa
  • Impressões

Esta métrica representa as vezes que o seu anúncio é apresentado nos resultados de pesquisa do Google. Contudo, deve ser utilizada como base para outras análise e futuras correlações, e com o devido cuidado, pois por si só tem pouco valor.

Uma das análises que poderá ser feita é se de facto a estrutura do anúncio faz sentido, se as palavras-chave são adequadas, e se há sequer procura para as mesmas.

  • Taxa de Cliques (CTR)

A base desta métrica é a seguinte: quanto mais relevantes as palavras-chave são para os utilizadores, maior é a taxa de cliques. Simples, certo?

Contudo é importante também salientar que isto irá determinar a qualidade do ranking do anúncio (em comparação com a sua competição) e, por consequência, do custo por clique. Como tal, quanto mais alto o CTR e a qualidade do ranking, mais baixo é o custo de cada clique.

  • Taxa de conversão

Para ter acesso às métricas de conversão é necessário configurar o acompanhamento de conversões para o seu site (veja aqui como pode fazê-lo).

A Taxa de Conversão é a percentagem de pessoas que fizeram clique no seu anúncio e completaram uma ação, como, preencher um formulário, finalizar uma compra, ou fazer uma chamada para a sua empresa a pedir mais informações.

Aqui é importante analisar se o tráfego que estamos a gerar, é qualificado e realiza as ações que pretendemos. E se não, devemos analisar o porquê e o que terá de ser alterado. Talvez o seu anúncio não clarifique a ação que pretende que seja tomada, talvez não seja fácil, ou intuitivo.

  • Custo por Conversão

Tal como o nome indica, representa o valor cobrado ao seu negócio por cada conversão.

E com estes dados podemos elevar a nossa análise e fazer correlações entre as leads e os, de facto, clientes.  Também é necessário referir que não é porque uma campanha gerou imensos leads com um custo de conversão baixo que esta campanha é a ideal, temos de analisar mais em profundidade quais os clientes reais e o seu valor.

  • Impressões da Rede de Pesquisa

Claro que todos queremos que o nosso anúncio seja exibido no máximo de pesquisas no Google possíveis. Contudo, nem sempre que existe a oportunidade para o anúncio ser exibido, o irá ser. Como tal, esta métrica demonstrará a percentagem de vezes que o anúncio foi partilhado dentro das oportunidades que poderia ter sido.

A percentagem que procura será sempre o mais próximo de 100% possível. Alguns fatores que poderão influenciar este número será:

– Orçamento da campanha
– Ranking de qualidade do anúncio

  • Conclusões a retirar

É muito importante nunca contar apenas com uma métrica e esperar obter os melhores resultados. Se retirar apenas uma coisa deste post que seja: correlacionar os dados das métricas acima descritas é sempre a melhor opção quando estamos a gerir qualquer campanha de marketing digital. Tente analisar o “porquê” de cada número, assim poderá mais rapidamente chegar a uma ação.

A premissa é ir sempre testando. É difícil, com apenas uma primeira tentativa obter os melhores resultados, mas a contínua melhoria das campanhas será o que o vai levar a obter melhores resultados nas suas campanhas PPC.

, , , , ,